fbpx

Tratamento de Olheiras

61 3542.7565

Tratamento para Olheiras

Conteúdo Válido Cientificamente Comprovado

CRM 12016 DF / RQE Nº 3303

Clique no Botão Abaixo para Enviar Uma Mensagem Agora Via Whatsapp

Tratamento para olheira

Olheiras com cor escura

A Geralmente esse tipo de olheiras tem origem genética ou aparece após inflamação no local. A cor escura é decorrente de excesso de melanina (o pigmento que dá a cor e o bronzeamento à pele). O tratamento de olheiras desse tipo se dá com clareadores usados em casa, lasers e peelings químicos específicos para olheiras.

Olheira com cor roxa

Aparecem pelo afinamento dos tecidos das pálpebras (redução de colágeno e gordura), deixando aparecer, por transparência, a cor arroxeada das veias e músculos. Nesse caso, o tratamento é bem difícil, podendo ser  empregados alguns lasers para tratamento vascular.

Olheiras causadas por olhos fundos

Esse tipo de olheira é decorrente da falta de tecido (gordura e colágeno) na pálpebra, causando um “degrau” entre a pálpebra e  bochecha. Muitas vezes também, a parte mais funda está localizada abaixo das bolsas das pálpebras, causando também um “degrau” após as bolsas de gordura. Essas olheiras fundas, devido ao efeito de sombra no local, parecem ainda mais escuras, mesmo não havendo pigmento propriamente dito na olheira e só de se tratar a profundidade, as olheiras parecem mais claras.  

Veja os passos para você realizar o seu procedimento.

1. Entrar em contato

Clique em algum dos botões da página para entrar em contato via Whatsapp.

2. Consulta

Entrevista clínica minuciosa, análise de problemas de saúde prévios e atuais, exame físico, alinhamento de expectativas, informações sobre riscos, benefícios, contra- indicações, pré e pós – operatório, esclarecimento de dúvidas e solicitação de exames de acordo com a necessidade individual.

3. Dia do procedimento

O paciente deverá chegar uma hora antes para aplicação do anestésico tópico. É muito importante não estar em jejum, por ser realizada apenas anestesia local no momento do procedimento. Após feito o procedimento o paciente retornará em seguida para casa.

4. Pós – Operátorio

Após o procedimento será necessário curativo e drenagem linfática por 5 dias consecutivos. É de suma importância o paciente voltar nos retornos para acompanhamento e obedecer a orientação médica. Não é necessário repouso absoluto.

Dra. Tania Vilela

Especialista em Dermatologia com 20 anos de experiência
Graduada em Medicina pela Universidade Federal de Uberlândia – conclusão em dezembro de 1996.

Residência Médica em Clínica Médica na Santa Casa de Misericórdia de São Paulo – fevereiro de 1997 a janeiro de 1998.

Residência Médica em Dermatologia no Hospital Servidor Público Estadual de São Paulo – fevereiro de 1998 a Janeiro de 2001

Médica Especialista em Dermatologia Associada Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia-SBD (Desde 2001)

Médica Especialista em Dermatologia Associada Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica-SBCD (Desde 2001)

Speaker oficial da empresa Sinclair Pharma como palestrante de workshops práticos e teóricos para médicos de todo o Brasil (Fio Silhouette e Ellansé)

Palestrante em congressos de dermatologia.

Autora e coautora de diversos trabalhos científicos

Pesquisadora de novas tecnologias na área de rejuvenescimento (anti aging)

Colaboradora para o desenvolvimento social da comunidade na área de prevenção do Câncer de pele.

Clique no Botão Abaixo para Enviar Uma Mensagem Agora Via Whatsapp

Dúvidas Frequentes

É realizado com bisturi de alta freqüência através da liberação de calor na camada superficial da pele, resultando na retração do excesso de pele com posterior formação de colágeno e fibras elásticas.
O procedimento é indolor, pois é realizada anestesia local previamente.
Duração em média de 1 hora e meia.
A cicatrização é individual (depende tanto de fatores intrínsecos quanto extrínsicos relacionados a cada pessoa), mas no geral a pele ficará machucada em média de 12 a 15 dias, e posteriormente, fina e avermelhada, até a formação completa de novas fibras elásticas e de colágeno.
Geralmente após 15 dias.
Anestesia local injetável.
Na blefaroplastia , retira-se o excesso de pele utilizando corte e pontos, porém sem estimular a formação de colágeno e fibras elásticas da pele adjacente ao corte.
Depende da recuperação de cada um, necessitando da liberação médica.
Evitar a exposição ao sol (em média por 3 meses).
Para quem trabalha com o público, em média 15 a 20 dias.
Cada caso deve ser analisado individualmente, mas como regras gerais, as contra indicações são: Blefaroplastia com corte: gestantes, tendência a cicatrizes hipertróficas e queloides ou não ter excesso de pele associado à flacidez. Cirurgia de pálpebras sem corte (em especial a eletrofulguração de pálpebras): gestantes, tom de pele muito escuro, tendência a vitiligo ou alergia de pele freqüente na região das pálpebras, portador de marcapasso cardíaco.
O uso da maquiagem é liberado conforme a cicatrização – a partir de 15 a 20 dias do procedimento.
Em média 3 meses , necessitando de liberação médica.
Sim, geralmente após 10 dias.
Será analisado pela médica, no ato da consulta.
whatsapp-phone

E MAIS…
TEMOS UMA EQUIPE PREPARADA!

PARA RECEBER MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A CIRURGIA DE PÁLPEBRAS SEM CORTE, CLIQUE EM ALGUM DOS BOTÕES DA PÁGINA E RECEBA ATENDIMENTO VIA WHATS APP!

Clique no Botão Abaixo para Enviar Uma Mensagem Agora Via Whatsapp

WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de atendimento ao cliente está online.
👋 Olá, como posso ajudar?