LASER FRACIONADO

O Laser Fracionado é considerado como a grande inovação tecnológica, pois é um aparelho que produz a remodelação cutânea (atuando principalmente no colágeno), de forma a reestruturar a porção mais profunda da pele sem dano epidérmico importante (isto é, a porção mais superficial da pele é pouco danificada). O diferencial é que os lasers desenvolvidos até então não conseguiam poupar a epiderme, e o paciente se afastava por tempo mínimo de 15 a 20 dias das atividades habituais, pois a agressão era muito intensa. Além disso, eles também podiam ser utilizados em outras áreas fora do rosto. O laser fracionado vabiliza uma liberação de luz precisa, consistente e uniforme para as zonas de tratamento.
Aplica-se creme anestésico uma hora antes para que o paciente não sinta dor e permita a realização do número de disparos necessários para obter o melhor resultado. O procedimento é realizado no consultório dermatológico, com duração de aproximadamente 20 minutos para rosto ou decote e 10 minutos para mãos ou pescoço. Aplica-se o protetor solar e o paciente poderá retornar às atividades normais após 24-48 horas. Pode apresentar ardor discreto e sensação de queimação na primeira hora, que melhora com aplicação de compressas de gelo local. O princípio do laser fracionado é manter área de pele sã entremeada com pele agredida, o que favorece uma cicatrização mais rápida a partir das áreas poupadas, permitindo retornar às atividades habituais entre 24 a 48 horas.
Este laser não ablativo penetra profundamente na pele, aquecendo a derme e poupando a epiderme (parte mais superficial da pele), estimulando a formação de colágeno, reestruturando e promovendo uma melhor sustentação da pele, o que leva à melhora importante das cicatrizes de acne ou outras cicatrizes de rosto ou corpo (inclusive pós-cirúrgicas, vide matéria sobre tratamento de cicatrizes), além de rejuvenescimento global da área tratada, permitindo o clareamento das manchas e um aspecto mais luminoso. Quase todos os tipos de pele podem ser tratados, porém deve ser evitado no caso de peles muito pigmentadas (pele negra), pelo maior risco de manchas pós-inflamatórias.
Não é indicado para gestantes nem para pacientes em uso de Isotretinoína oral. Realizamos em média 5 sessões de tratamento, com intervalo permitido de 1 a 2 meses. Apresenta bons resultados no tratamento dos sinais do envelhecimento, melhorando também a flacidez da pele, cicatrizes de acne e em geral, e para estrias, com resultados mais impressionantes aparecendo entre 3 e 6 meses após o início do tratamento. Devido à boa tolerabilidade, os efeitos pós-tratamento são mínimos, podendo formar pequenas crostas, vermelhidão por até 24 horas. A possibilidade de pigmentação pós-inflamatória após o procedimento é evitada com a seleção adequada do paciente. Isto torna o laser fracionado bastante seguro, sendo atualmente de eleição para o tratamento antienvelhecimento de rosto, pescoço, decote e mãos, podendo ainda ser utilizado para tratamento de manchas de pele resistentes a outros tratamentos (é aprovado pelo FDA para esta indicação, sabendo que, mesmo após o tratamento a laser para manchas, estas podem recidivar).
É importante ressaltar que como o processo de envelhecimento é uma ação contínua, o paciente deve perseverar no tratamento antienvelhecimento com cremes e produtos orais que tenham esta finalidade, e que é fundamental a associação com outros procedimentos, de acordo com a indicação individual, sendo os cirúrgicos a melhor opção para casos específicos, como cirurgia de pálpebras (vide matéria de cirurgia de pálpebras sem corte), lifting e outros. Há uma tendência mundial para procedimentos menos invasivos, como aplicação de toxina botulínica, preenchimento, remodelação com ácido polilático, peelings químicos, LED e muitos outros, apresentando resultados satisfatórios desde que corretamente indicados, sendo importante a escolha de profissionais adequados e de bom senso para o sucesso terapêutico.

2017-01-18T16:03:28+00:00