Corrente Russa

A corrente russa é um estímulo elétrico usado para produzir uma contração muscular no local em que ele é aplicado. Com isso, pode haver melhora no tônus muscular e na flacidez da pele, além de estimular a circulação sanguínea e linfática e a oxigenação celular. Esteticamente pode ser usada para promover maior tonicidade muscular facial e corporal, melhora da celulite e rugas da face e pescoço e a modelagem corporal. Pode ser usada também para a recuperação do tônus muscular pós-parto e pós emagrecimento, além de pré e pós-lipoaspiração.

Além disso, a corrente russa pode ser usada para fins terapêuticos, como em esportes, para que os músculos se reestabeleçam, a circulação melhores e haja um relaxamento após a sobrecarga de um treinamento.

Ela também pode ser aplicada para redução da dor, correção de marcha, melhora na deglutição, melhora da incontinência urinária, disfagia e reabilitação de doenças neurológicas, neuropediátricas, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) e patologias traumato-ortopédicas. Também facilita cicatrização dos tecidos e consolidação de fraturas, reduz espasmos musculares e edemas.

A técnica foi desenvolvida na Rússia (como o nome já evidência), na década de 80, e foi utilizada inicialmente para a melhora da flacidez, atrofia e fadiga muscular que os astronautas do país apresentavam, pela falta da ação da gravidade na musculatura, ao retornar de suas missões espaciais.

Fonte: Minha vida

Imagem: Portal estéticas

2017-03-01T14:35:31+00:00